Terça-feira, 27 de Maio de 2008

Leitores escrevem sobre a Quinta do Bispo - III

..

 

Carta de 16 de Dezembro de 1994

 

FORÇA ELVENSES

 

Através do Jornal Expresso de 12/11 p.p., tive conhecimento da intenção destrutiva da nossa Quinta do Bispo, pelo Sr. Presidente da Câmara – Rondão de Almeida.

É do nosso conhecimento que desde 1986 se tem tentado o loteamento da referida Quinta, mas sempre se respeitou o (PGU) Plano Geral de Urbanização e, consequentemente, o património histórico-cultural da cidade. Naquela notícia o Sr. Presidente acusa “os cultos de impedirem o desenvolvimento e a modernização da cidade” mas para ele outro valor mais alto se alevanta que o cultural – o vil metal.

Segundo os socialistas “a maioria laranja”, no Parlamento e no governo, tem estragado o País e tem sido bastante criticada até pelo Sr. Presidente da República, embora o Sr. Gutterres a deseje para si. Na nossa autarquia a maioria absoluta socialista está agora prestes a consumar a destruição daquele património elvense.

Não critico os elvenses por terem querido mudar a cor política do município, pois há sempre a esperança e melhorar, mas é sabido e conhecido que os socialistas dão sempre primazia ao aspecto pecuniário, desbaratando, contudo, todas as verbas como “manteiga em focinho de cão”.

Tendo agora, amigos e simpatizantes elvenses, a ocasião de vos redimirdes da escolha feita, não consentido que aqueles que vocês elegeram, como transmissores dos vossos anseios, queiram agora fazer “gato e sapato” dos vossos conceitos culturais e desrespeitaram a vossa vontade.

Se o Sr. José Marques não tem condições para manter condignamente a propriedade, servindo esta de antro a prostitutas, droga e homossexualidade, que a venda à Câmara, sem valor especulativo para que o Sr. presidente possa manter aqueles valores culturais, mesmo contra sua vontade, mas pró-Elvas.

Assim, como amante da nossa cidade, admirador e respeitador de todos os valores histórico-culturais, regionais e nacionais, manifesto aqui todo o meu apoio ao povo elvense e, se há uma maioria na autarquia, há uma outra maioria mais sólida e possante – a população de Elvas.

.

José Severino de Lança Brito

 

sinto-me:
música: Carta de José Severino Lança Brito
publicado por Maria José Rijo às 23:23
| comentar
2 comentários:
De Xavier Martins a 28 de Maio de 2008 às 00:01
Boas postagens!
Este seu blog é sempre o melhor - é uma defesa
constante sobre um espaço que - como eu vi
foi lindo - agora com aquelas construções
horriveis que só deram para destruir um lugar
que deveria ser preservado do tempo e da mão
do homem e não a salvaram... mas antes a jogaram
naquela pena em que se encontra.

D. Maria José lamento que este espaço - esta
maravilhosa Quinta se tenha perdido - sem que
o municipio a tenha Salvo da destruição.

Que pena Meu Deus, que pena...
Mas a Senhora foi o anjo que LUTOU pela Quinta.
Os meus Parabéns pela sua luta.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já foi coberto de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

Camões

....
Com muita admiração
Xavier Martins

De Maria José a 31 de Maio de 2008 às 13:36
Muito, muito grata pelo interesse que tem devotado a uma causa , que tomei a peito e cujo desfecho ainda hoje me esmaga de tristeza. Não por tê-la perdido mas pelo que Elvas perdeu.
Apavora-me a falta de ideais que sinto nestes autarcas que fazem do dinheiro o seu deus e, das aparências o seu caminho.
Quando se dá força à ignorância o pais empobrece...
A Paula, tem tido tanto que fazer que eu nem sei como ela consegue ir chegando para tudo...
Um abraço e empre muito obrigada pela atenção prestada as estas Pequenas lutas que afinal tam bém fazem história
Maria josè Rijo

Comentar post

.Quem sou

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Agora diz-se

. Um testemunho

. Conservação e Restauro do...

. As lembranças do Forte da...

. PROGRAMA-Cultura/Turismo ...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

.Ficou Escrito...

. Maio 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.Por onde me levo

@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@ @@@@@@ Campanhas @@@@@@@@@@
@@@@@@@@@@
@@@@@@@@@@ free counters
Free counters @@@@@@@@@@

.Contador - Julho-2007

.Ficou Escrito:

Câmara de 1986 - 1989 @@@@@@@@@@@@@@
@@@@@@@@@@@@@@ O FORTE DA GRAÇA @@
@@@@@@@@@@@@@@@ A QUINTA DO BISPO
@@ANTÓNIO SARDINHA
@@@@@@@@@@@@@@@ Recuperação da Biblioteca Municipal -- Mandato de 1986-1989 @@@
@@Eurico Gama
@@@@@@@@@@@@@ Ex-libris- Eurico Gama
@@@@@@@@@@@@@ Forte da Santa Luzia
@@@@@@@@@@@@@ O Orgão da Sé
@@@@@@@@@@@@@ Escola Musica - Coral
@@@@@@@@@@@@@ Programa Cultura/Turismo Maria José Rijo- 1986-1989 @@@@

.Algumas fotos:

@@@@@@
@@@@@@
@@@@@@
@@
@@@@@@@@@@ Dr. Mário Soares
@@@@@@@@@@ Dr.Pires Antunes
@@@@@@@@@@ Drª Rosa Cidrais
@@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@

.Excertos de artigos

Considero que é urgente e necessário provar aos nossos jovens que o dinheiro não compra consciências e é de nossa obrigação dar-lhes alternativas à droga e ao vício, mostrando-lhes que se pode lutar por ideais - dessinteressadamente - e que, só assim procedendo teremos moral para apontar caminhos e fazer exigências - do que dermos exemplo... - Maria José Rijo @@@@@@@@@@ Os elvenses de agora são dessa mesma grata e honrada gente - que a qualidade de assim o ser é deles a melhor herança. ... - Maria José Rijo @@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@ @@@@@@@@@@
blogs SAPO