Sexta-feira, 13 de Maio de 2016

Um testemunho

"Há quem diga que o passado nunca morre"

A propósito de uma "Conversa" com João Alves director do Jornal Linhas de Elvas onde foi

editada em 18- Fevereiro-2016, na rubrica "Testemunho de uma vida... " 

Recebi esta carta.

AFINAL - ainda há quem recorde.

Sempre vale a pena !

.

Obrigada “Tia” Zé

Em 1988 fui convidada por a D. Maria José Rijo a entrar num projecto muito aliciante pois era pioneiro na cidade de Elvas. Consistia em abrir uma escola de Ballet integrado na escola de música, mas com muito poucos recursos.

A sala que era disponibilizada era muito pequena, e sem as características de uma sala normal de Ballet, o dinheiro escasseava por isso as minhas deslocações de Lisboa/ Elvas, as refeições e o alojamento seria a cargo da D. Maria José Rijo a titulo pessoal, mas a vontade desta Sra.. era tão grande e tão motivante que eu tive de aceitar, e foi dos trabalhos mais gratificantes que já tive! Fui completamente “adotada” por o casal Rijo, e essa amizade e carinho ficou para sempre!

A evolução de toda a escola durante os 5 anos em que fiz parte deste projecto , desde  as alunas a aparecerem em maior numero e conseguir passar-lhes o prazer de dançar , fazer com que a Câmara de Elvas acreditasse  cada vez mais no projecto e ir-nos proporcionando mais condições favoráveis foi memorável, e tudo isto devido a uma pessoa com um coração do tamanho do mundo e uma vontade gigante de superar todos os obstáculos, uma guerreira que enfrentou tudo e todos para que Elvas pudesse dar as crianças a oportunidade de conhecer e experimentar uma arte lindíssima que é o Ballet – a  D. Maria José Rijo! A ela devemos estar todos profundamente agradecidos! Espero que ao longo das gerações, todos os que foram alunos desta escola não se esqueçam de quem vos proporcionou tal prazer! Eu nunca me esquecerei e só tenho de agradecer em me ter escolhido para entrar nesta viagem consigo, OBRIGADA!

E espero que o Ballet continue sempre presente na linda cidade de ELVAS!


Aqui ficam algumas memórias desses 5 anos que guardo no coração.

 

Filipa Neuparth

1.JPG

2.JPG

3.JPG

4.JPG

5.JPG

6.JPG

7.JPG

8.JPG

9.JPG

10.JPG

11.JPG

12.JPG

13.JPG

14.JPG

15.JPG

16.JPG

17.JPG

18.JPG

 

 

 

publicado por Maria José Rijo às 15:15
| comentar | ver comentários (1)

.Quem sou

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Agora diz-se

. Aniversário do Coral Públ...

. Um testemunho

. Conservação e Restauro do...

. As lembranças do Forte da...

. PROGRAMA-Cultura/Turismo ...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

. PROGRAMA -Cultura/Turismo...

.Ficou Escrito...

. Junho 2017

. Maio 2016

. Março 2016

. Novembro 2015

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Dia de Anos

. Então como é ?!

. Em nome de quem se cala.....

. Amarga Lucidez

. Com água no bico

. Elvas com alguma rima e ....

. 28 de Fevereiro...

. Obras do Cadete

. REGRESSO

. Feição de nobreza

.Por onde me levo

.Contador - Julho-2007

.Ficou Escrito:

Câmara de 1986 - 1989 @@@@@@@@@@@@@@
@@@@@@@@@@@@@@

.Excertos de artigos

Considero que é urgente e necessário provar aos nossos jovens que o dinheiro não compra consciências e é de nossa obrigação dar-lhes alternativas à droga e ao vício, mostrando-lhes que se pode lutar por ideais - dessinteressadamente - e que, só assim procedendo teremos moral para apontar caminhos e fazer exigências - do que dermos exemplo... - Maria José Rijo @@@@@@@@@@ Os elvenses de agora são dessa mesma grata e honrada gente - que a qualidade de assim o ser é deles a melhor herança. ... - Maria José Rijo
blogs SAPO